Vítima de racismo, estudante negro se suicida em residência estudantil da USP

Fonte: Jornal O Dia: https://odia.ig.com.br/brasil/2021/06/6160077-vitima-de-racismo-estudante-negro-se-suicida-em-residencia-estudantil-da-usp.html

Caso de Ricardo Lima da Silva foi o terceiro nos últimos dois meses

São Paulo – O estudante Ricardo Lima da Silva morreu, no dia 25 de maio, após cair do prédio em que morava no Conjunto Residencial da USP – CRUSP. Segundo familiares e amigos, ele era vítima de racismo e ‘bullying’ por parte dos professores e de outros alunos. O suicídio ocorreu depois de o universitário pedir ajuda à instituição de ensino e não receber.

O aluno da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) , alegava perseguições da parte de alunos e professores. Ele fez pedidos de ajuda por e-mail e cartas, mas segundo amigos de Ricardo, a USP não respondeu.Segundo o portal Geledés , nenhuma atitude institucional foi tomada quando o estudante avisou que iria se suicidar nas escadas do próprio bloco estudantil, onde residia. Ricardo se pendurou no sexto andar e amigos do jovem relataram que não houve nenhum movimento da Universidade para impedir a sua ação.

Moradores do CRUSP relatam que um guarda da USP e um profissional de segurança privada da Albatroz Segurança e Vigilância, ambos sem preparo, subiram no andar e ficaram esperando parados, não chamaram os bombeiros, não montaram uma operação, não deixaram uma ambulância preparada, nem avisaram a polícia militar que tem uma guarita a poucos metros do local.

Ainda segundo o portal, quando Ricardo se jogou, os guardas que estavam parados saíram gritando, avisando que o jovem havia se jogado. Movimentações para tentar salvar o jovem partiram dos próprios estudantes e pessoas ao redor, que chamaram a ambulância, enquanto Ricardo tinha uma parada cardíaca no chão. A família do jovem recebeu apenas uma notificação de seu falecimento.