Repúdio à ação da Polícia na comunidade de Jacarezinho

A liderança do Movimento AR e seus embaixadores repudiam veementemente a ação policial na comunidade de Jacarezinho realizada por 9 horas no dia de ontem, que vitimou 25 pessoas.

Entre as dez metas estabelecidas pelo Movimento AR à época de sua criação está a mudança dos protocolos policias para impedir técnicas de sufocamento e estrangulamento em abordagens policiais, bem como, disparos letais de arma de fogo em abordagens, ou disparos de arma de fogo em invasões, ocupações, favelas e comunidades.

A ação de ontem além de tirar 25 vidas mostrou o despreparo desta polícia para abordagens estratégicas e eficientes. Num momento em que o nosso País atravessa 14 meses de pandemia, a Polícia entra atirando contra todos, além de ceifar vida de 25 pessoas, causou pânico numa comunidade que já tem vive na extrema pobreza, sem as mínimas condições de moradia sobrevivência. Mais uma vez clamamos pela Mudança dos Protocolos Policiais. Todas as vidas importam!