Procurador Geral do MPT, Alberto Bastos Balazeiro firma convênio com Movimento AR e Univ. Zumbi dos Palmares

Amanhã, 25 de março, às 14h30, o Procurador Geral do Ministério Público do Trabalho, Alberto Bastos Balazeiro, assina um convênio de cooperação técnica com reitor José Vicente, para que o Movimento AR e a Universidade Zumbi dos Palmares façam pesquisas e estudos para implementação de cotas para negros no MPT.

Esta parceria prevê  a realização conjunta de atividades de estudo e pesquisa acerca das discriminações raciais no mercado de trabalho, bem como o impacto das ações afirmativas voltadas à população negra nas carreiras do Ministério Público do Trabalho, inclusive em seus quadros de estagiários e terceirizados.

As atividades serão desenvolvidas por meio de estudos e pesquisas de avaliação, observação e monitoramento de políticas afirmativas e de cotas raciais nos concursos das carreiras do Ministério Público do Trabalho, em cargos de comissão, nos estágios e ambientes de trabalho.

Serão realizadas ainda estratégias de fomento da preparação de futuros candidatos negros às carreiras do MPT, aprimoramento das políticas e ações afirmativas para ingresso de pessoas negras nos quadros funcionais das instituições do sistema de justiça, em face da legislação antirracista vigente.

Movimento AR é uma mobilização voluntária, com propósito de realizar mudanças e transformações sociais através de ações efetivas de combate ao racismo, ao preconceito e à discriminação racial contra negros. O movimento é liderado pela Universidade Zumbi dos Palmares e pela ONG Afrobrás.

A cerimônia será transmitida pelo canal Youtube.com/TVZumbi