Morte de homem negro pela polícia na região em que Floyd foi asfixiado gera manifestações

Fonte: Jornal Folha de S.Paulo: https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2021/04/policia-dispersa-manifestacao-apos-morte-de-homem-negro-nos-eua.shtml

Tropa de choque usou gás lacrimogêneo e balas de borracha em cidade próxima a Minneapolis

A polícia de Minneapolis, nos Estados Unidos, usou gás lacrimogêneo para dispersar manifestantes que protestavam neste domingo (11) depois de um oficial matar um homem negro a cerca de 16 quilômetros de onde George Floyd foi morto em maio do ano passado.

Centenas de pessoas se reuniram em frente ao departamento de polícia da cidade de Brooklyn Center, e agentes das forças de segurança dispararam balas de borracha e spray de pimenta contra a multidão. O morto foi identificado por parentes como Daunte Wright, 20, de acordo com o jornal Star Tribune.

Em um comunicado, a polícia de Brooklyn Center disse que os oficiais pararam um homem devido a uma infração de trânsito pouco antes das 14h e descobriram que ele tinha um mandado de prisão pendente.

Enquanto a polícia tentava prendê-lo, ele voltou a entrar no veículo. Um policial, então, atirou no motorista, que ainda dirigiu vários quarteirões antes de atingir outro veículo e morrer no local. De acordo com a polícia, as câmeras de ambos os agentes foram ativadas durante o incidente.

A tensão na cidade está em ascensão devido ao julgamento de Derek Chauvin, um ex-policial branco de Minneapolis que, durante mais de nove minutos, ajoelhou sobre o pescoço de Floyd, um homem negro que estava algemado. A morte do ex-segurança gerou protestos nos Estados Unidos e em todo o mundo contra a brutalidade policial e a injustiça racial.