Influenciadora sugeriu que negros fedem e usou desculpa manjada para justificar racismo

A influenciadora Isadora Farias cometeu um ato de racismo ao associar, em seu perfil do Instagram, o mau cheiro corporal à pele negra. Ela disse que, para controlar o seu ‘cecê – termo utilizado para o odor causado pela combinação de suor e bactérias normalmente presentes na pele -, usa produtos para peles morena e negra.

Depois das acusações, ela preencheu todas as caixas de pedido de desculpas, também por meio dos stories:

✓Pediu perdão para quem se sentiu ofendido.
✓Disse que quem a conhece sabe que ela não é racista.
✓Disse que tem amigos e colegas de trabalho negros.

“Eu não sou essa pessoa racista, eu amo os negros, eu amo todas as pessoas e trato as pessoas com igualdade. Quem me conhece sabe, quem me segue e me conhece pessoalmente sabe da minha conduta, do meu caráter, das minhas crenças e eu jamais falaria qualquer coisa de maneira racista ou para ofender qualquer que seja a pessoa”, disse ela, que soma cerca de 35 mil seguidores no Instagram.

Fonte: Portal Hypness