Hoje, às 16h, José Vicente recebe representantes da PM SP e da PM da Bahia para falar sobre mudanças dos protocolos de abordagem policial

O líder do Movimento AR, José Vicente, recebe hoje, às 16 horas, na Universidade Zumbi dos Palmares,  oficiais da Polícia Militar do Estado de São Paulo e da Bahia para uma Roda de Conversas sobre a questão da segurança pública e  as mudanças nos protocolos de abordagem, principalmente contra negros.

Pela PM de São Paulo participam: Cel.Evanilson Souza, Cel. Mário Filho e o Cabo Ciampone. Os oficiais da PM da Bahia que estarão presentes conhecendo mais sobre as propostas do Movimento AR para Segurança do Futuro são: Cap. PMBA Thaís Ramos Trindade,  Cap. PMBA Elma Pimentel do Carmo, Cap. PMBA Silvio Conceição do Rosário, Cap. PMBA Jalba Santiago dos Santos Segundo. Participarão ainda, os integrantes da ouvidoria da Polícia de São Paulo:  Dr. Elizeu Soares Lopes e José Alberto Saraiva Fernandes.

A Meta 02, do Manifesto elaborado pelo Movimento AR prevê a mudança de protocolos policiais para impedir técnicas de sufocamento e estrangulamento em abordagens policiais, bem como, disparos letais de arma de fogo em abordagens, ou disparos de arma de fogo em invasões, ocupações, favelas e comunidades.

O Movimento AR, em conjunto com  a Secretaria de Segurança Pública de SP, PM SP e as Universidades: FGV, PUC, Unesp, Unicamp, Unifesp, Universidade Federal do ABC, USP e Universidade Zumbi dos Palmares, criou o Comitê Segurança do Futuro em agosto de 2020. Com reuniões mensais os integrantes estão levantando sugestões de novas práticas a serem adotadas pela segurança pública e que poderá ser replicada em todos os estados da federação.

O Movimento AR é uma mobilização voluntária, com propósito de realizar mudanças e transformações sociais através de ações efetivas de combate ao racismo, ao preconceito e à discriminação racial contra negros. O movimento é liderado pela Universidade Zumbi dos Palmares e pela Ong Afrobras. 

Hoje, às 16h, José Vicente recebe representantes da PM SP e da PM da Bahia para falar sobre mudanças dos protocolos de abordagem policial

O líder do Movimento AR, José Vicente, recebe hoje, às 16 horas, na Universidade Zumbi dos Palmares,  oficiais da Polícia Militar do Estado de São Paulo e da Bahia para uma Roda de Conversas sobre a questão da segurança pública e  as mudanças nos protocolos de abordagem, principalmente contra negros.

Pela PM de São Paulo participam: Cel.Evanilson Souza, Cel. Mário Filho e o Cabo Ciampone. Os oficiais da PM da Bahia que estarão presentes conhecendo mais sobre as propostas do Movimento AR para Segurança do Futuro são: Cap. PMBA Thaís Ramos Trindade,  Cap. PMBA Elma Pimentel do Carmo, Cap. PMBA Silvio Conceição do Rosário, Cap. PMBA Jalba Santiago dos Santos Segundo. Participarão ainda, os integrantes da ouvidoria da Polícia de São Paulo:  Dr. Elizeu Soares Lopes e José Alberto Saraiva Fernandes.

A Meta 02, do Manifesto elaborado pelo Movimento AR prevê a mudança de protocolos policiais para impedir técnicas de sufocamento e estrangulamento em abordagens policiais, bem como, disparos letais de arma de fogo em abordagens, ou disparos de arma de fogo em invasões, ocupações, favelas e comunidades.

O Movimento AR, em conjunto com  a Secretaria de Segurança Pública de SP, PM SP e as Universidades: FGV, PUC, Unesp, Unicamp, Unifesp, Universidade Federal do ABC, USP e Universidade Zumbi dos Palmares, criou o Comitê Segurança do Futuro em agosto de 2020. Com reuniões mensais os integrantes estão levantando sugestões de novas práticas a serem adotadas pela segurança pública e que poderá ser replicada em todos os estados da federação.

O Movimento AR é uma mobilização voluntária, com propósito de realizar mudanças e transformações sociais através de ações efetivas de combate ao racismo, ao preconceito e à discriminação racial contra negros. O movimento é liderado pela Universidade Zumbi dos Palmares e pela Ong Afrobras. 

Fonte: Assessoria de Imprensa Movimento AR