F1: Hamilton ameaça boicote às redes sociais por causa de racismo;

Fonte: Portal Motorsport: https://motorsport.uol.com.br/f1/news/f1-hamilton-ameaca-boicote-as-redes-sociais-por-causa-de-racismo-entenda/6498663/

Piloto britânico, que foi alvo de ataques racistas no início de sua carreira, disse no ano passado que “nada foi dito ou feito” pela antiga liderança da categoria para combater

O conselho de críquete da Inglaterra, a Premiership Rugby e a Lawn Tennis Association deram hoje o seu apoio ao apagão, que acontecerá de sexta-feira (30/04), às 23h59, até segunda-feira (03/05).

Hamilton, por sua vez, tem sido a voz da Fórmula 1 para promover mudanças no automobilismo, combatendo o racismo e melhorando a diversidade. A Mercedes, equipe do heptacampeão, trocou seus carros por uma pintura totalmente preta no ano passado em uma forte mensagem anti-racismo, e embarcou em planos para melhorar a diversidade dentro do time.

Questionado sobre os apagões nas mídias sociais, Hamilton disse que, embora ainda não tenha feito nenhum plano para se juntar ao boicote, sentiu que era importante tomar medidas para reprimir o racismo. 

“Acho que para mim está claro, e claramente neste esporte, que o racismo continua sendo um problema, e acho que as plataformas de mídia social precisam fazer mais para combater isso”, disse.

“Portanto, apoio totalmente a iniciativa. Se eu também ajudar a colocar pressão sobre essas plataformas para lutar contra isso, então com certeza, serei feliz em fazê-lo.”

O piloto britânico, que foi alvo de abusos racistas no início de sua carreira na F1, disse no ano passado que “nada foi dito ou feito” pela antiga liderança da categoria para combater isso.

Hamilton declarou na quinta-feira (29) que já sofreu ataques racistas nas redes sociais, mas aprendeu a dar um passo para trás nas plataformas.

“Fui alvo de abusos há muito, muito tempo, quando era mais jovem”, disse Hamilton.

“Mas houve um período em que eu tive que entender que, em primeiro lugar, você não pode ler todos os comentários que estão lá, e você não pode levar para o lado pessoal. Se você deixar essas coisas afetarem você, elas podem arruinar o seu dia.”

“Eu acredito que as empresas de mídia social precisam fazer mais. Existem algoritmos, existem coisas que eles são capazes de ver, eles são capazes de tomar medidas para ajudar e criar mais de uma sociedade anti-racista. É para isso que devemos nos empenhar.”

“Não sei todos os detalhes, mas estou muito orgulhoso de saber que há tantas organizações envolvidas.”

“Então, como eu disse, acho que provavelmente irei acompanhar e apoiar este fim de semana”, concluiu.