Beyoncé e Kelly Rowlland em cena de 'Black Is King' - Reprodução

Entenda como o colorismo apagou os negros retintos da arte e Beyoncé fez o inverso

Leia matéria completa no jornal Folha de S.Paulo: https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2020/09/entenda-como-o-colorismo-apagou-os-negros-retintos-da-arte-e-beyonce-fez-o-inverso.shtml

Fonte: jornal Folha de S.Paulo