logo movimento ar

Contratar negro é difícil?

O líder do Movimento AR, José Vicente, acha lamentável e preocupante a posição da cofundadora do Nubank, Cristina Junqueira, em entrevista ao programa Roda Viva da última segunda-feira, 19/10. Segundo José Vicente: “a afirmação de haver a dificuldade em encontrar candidatos negros adequados para as exigências das vagas na empresa é um olhar seletivo  que revisita e reafirma clichês preconceituosos e superados”.

“Ainda temos muito a fazer, mas, nos últimos anos já conseguimos, por meio de políticas públicas e ações afirmativas grandes empresas entenderam, inclusive da área de bancos que, se debruçaram e investiram em ações de inclusão em seus quadros de colaboradores e se mostram muito satisfeitas com o resultado como Bradesco, Itau, Febraban que abriram as portas para jovens negros”, acrescenta Vicente.

“Lançamos o Movimento AR há quatro meses e a nossa quinta meta é justamente  a criação de 300 mil vagas em até cinco anos, para estagiários e trainees para negros, justamente como forma de mudar os paradigmas e que tem sendo muito aceita por empresas modernas e com visão de futuro”, conclui Vicente.

Movimento AR é uma mobilização voluntária, com propósito de realizar mudanças e transformações sociais através de ações efetivas de combate ao racismo, ao preconceito e à discriminação racial contra negros. O movimento é liderado pela Universidade Zumbi dos Palmares e pela Ong Afrobras. Todas empresas participantes da campanha já aderiram ao Movimento AR.