Após polêmica, Nubank lança programa de recrutamento para pessoas negras

Fonte: Portal UOL: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2021/02/09/nubank-lanca-programa-de-recrutamento-exclusivo-para-pessoas-negras.htm?cmpid

O Nubank abriu inscrições para o programa “Nós Codamos”, um recrutamento exclusivo para pessoas negras. O objetivo é selecionar profissionais para a equipe de engenharia de software. Os interessados podem se inscrever na página de carreiras do Nubank até o dia 12 de fevereiro.

A iniciativa chama atenção porque, em outubro, a empresa foi muito criticada nas redes sociais, após declaração polêmica de Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank. Em uma entrevista para o programa “Roda Viva”, ela foi perguntada sobre medidas para inclusão de lideranças negras e disse que “não dá para nivelar por baixo”, entre outras frases que causaram revolta.

“Não adianta colocar alguém pra dentro que depois não vai ter condições de trabalhar com as equipes que a gente tem. Depois não vai ser bem avaliado. A gente não está resolvendo um problema, está criando outro, né?” afirmou Cristina. Depois o Nubank reconheceu o erro, pediu desculpas e, em novembro, anunciou um plano de medidas internas e externas “para combater o racismo estrutural no Brasil”. O programa “Nós Codamos” faz parte dessa estratégia.

O Nubank fará um evento de recrutamento nos dias 5 e 6 de março, totalmente em português, e aberto para profissionais com todos os níveis de experiência em desenvolvimento de software.

No primeiro dia, haverá uma “imersão no universo de engenharia de software do Nubank”, além de um teste de programação. Os aprovados irão para a segunda etapa, no dia 6, quando farão uma avaliação técnica.

Cristina, autora da polêmica declaração no ano passado, disse dessa vez que pretende acelerar a inclusão de negros na empresa. “Infelizmente, a tecnologia ainda é um campo de atuação em que a população negra é sub-representada. Por isso, estamos comprometidos em contribuir para mudar esse cenário e queremos acelerar a contratação de pessoas negras em nossos times”.

O banco também informou que, nos últimos 3 meses, recebeu mais de 21 mil inscrições de pessoas autodeclaradas pretas e pardas para oportunidades de emprego. Segundo a empresa, “os processos seletivos estão em andamento e até o momento mais de 900 pessoas já foram chamadas para a fase de entrevistas”.

O plano para inclusão de negros também envolve outras medidas, tais como: criação de um centro de engenharia, design e experiência do cliente, o “NuLab”, em Salvador; um fundo de capital semente para investir em startups brasileiras fundadas ou lideradas por pessoas negras; e cursos de formação educacional voltado para negros e negras socialmente excluídos.